Meu filho ainda não fala, o que fazer?

O desenvolvimento da fala da criança depende de diversos fatores, como os sistemas neurológico, auditivo, psicológico e motor, as influências sociais e afetivas, a integridade orgânica e as condições biológicas. Se todos esses sistemas estiverem preservados, a fala se dó normalmente por meio de modelos auditivos e de um ambiente estimulador.

A melhor forma de estimular a fala de uma criança é conversar com ela, ensinar o nome dos alimentos e as partes do corpo, cantar durante o banho, ler livros (de banho, pano, pop up) e mostrar figuras usando sempre uma linguagem simples.

Lembre-se: se o bebê ou a criança estiverem com o desenvolvimento muito distinto do esperado, além de ser um indício de problemas de audição, os erros constantes e sem evolução também podem prejudicar o desenvolvimento escolar, já que ela automatiza o jeito errado de falar e pode transferir para a escrita.

Muito importante saber que 5 anos é a idade máxima para uma criança falar todos os sons corretamente, e em todos os casos de dúvidas e suspeitas de alguma alteração na audição, na linguagem ou no desenvolvimento escolar, o indicado é procurar um fonoaudiólogo.

Bruna Sperling – fonoaudióloga